Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

casepaga

casepaga

01.12.14

Marcelo Rebelo de Sousa "Ele é como é. Sócrates só morto é que se cala"


antonio garrochinho

Marcelo Rebelo de Sousa "Ele é como é. Sócrates só morto é que se cala"

No seu espaço de comentário semanal na TVI, Marcelo Rebelo de Sousa falou sobre a detenção de José Sócrates e afirmou que o antigo primeiro-ministro “só morto é que se cala. Ele é como é. Até se gosta de definir como animal feroz. Ele só está a pensar nele como sempre o fez”, disse.
PAÍS
Ele é como é. Sócrates só morto é que se cala
DR

Sendo que em destaque permanece a detenção de José Sócrates, a jornalista Judite Sousa perguntou a Marcelo Rebelo de Sousa sobre as declarações do antigo presidente da República Mário Soares à porta do Estabelecimento Prisional de Évora. "Ele está naquela fase da vida em que já não tem filtros e que regressa ao seu passado lutador mas exagera. Isto faz mal à República e ele não pode dizer isso. É uma pena, mas não esteve bem".
"Só está a pensar nele, como sempre o fez", continua o social-democrata, que compara o antigo primeiro-ministro a Berlusconi, por ter a certeza de que vão haver dois processos, "o jurídico e outro na praça pública".
Para explicar a parte mais jurídica do caso, o professor afirmou que a medida de coação aplicada ao antigo primeiro-ministro deveu-se a três motivos: “Perigo de fuga, que não me parece provável; perturbação do inquérito e alarme social”.
Sobre a posição de Sócrates em todo o caso, Rebelo de Sousa admitiu que “dentro ou fora da cadeia ele não deixa de manifestar-se. As ondas políticas são mais fortes dentro da prisão do que fora”.
Neste momento, Marcelo acredita que o mais importante é fazer uma investigação extensa. “Não é fácil a investigação, mas tem de se ver o que se pode provar”, refere.
Quanto à possibilidade de o ex-primeiro-ministro sair antes do final de ano, o social-democrata indica que isto é um “processo especial de complexidade e pode levar um ano até à acusação”.
Ainda sobre o habeas corpus colocado por um cidadão, o comentador não acredita que vá dar em alguma coisa pois só acontece em “condições muito restritivas e até o advogado de Sócrates já admitiu que isto pode ser negativo para o antigo primeiro-ministro”.
Quanto ao juiz Carlos Alexandre, o social-democrata garantiu que as posições tomadas pelo PSD/CDS e PS não estão a ser as mais corretas, pois “uma parte da esquerda fala num super-juiz que tem poderes a mais e a direita afirma que é um santo, o único juiz honesto e nenhuma destas coisas é verdade”.

Pág. 52/52