Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casepaga

casepaga

30.06.16

ALGARVE - MONCHIQUE - Hortas e presunto animam Monchique em Julho


antonio garrochinho

 FEIRA DAS HORTAS
FEIRA DO PRESUNTO


As feiras das Hortas e do Presunto prometem levar animação e muita gente a Monchique durante o mês de Julho. A Feira das Hortas realiza-se já nos dias 2 e 3, no Largo dos Chorões, enquanto a Feira do Presunto – depois de um impasse que quase levou ao seu cancelamento – está marcada para os dias 23 e 24, no espaço da antiga serração.

A feira que anima a vila serrana já este fim de semana terá 16 participantes e animação itinerante. «É uma feira “maneirinha” e simpática», explica o vice-presidente da Câmara de Monchique Luís Grade ao Sul Informação.

Segundo o responsável, para além de produtos hortícolas, «haverá artesanato alusivo ao que lá vai estar e serão vendidos pequenos animais como coelhos, patacas ou galinhas».

De maior dimensão, é a Feira do Presunto que, este ano, esteve em risco de não acontecer. «Houve efetivamente o risco de não se realizar, porque o local onde costuma ser feita a feira levanta muito pó, mas realizámos trabalhos de nivelamento e enchimento do terreno e a situação foi contornada».

O problema da falta de espaços para a realização deste tipo de eventos tem sido várias vezes realçado pelo vereador, mas Luís Grade espera que este seja o último ano em que a questão se coloca.

«Estamos em negociações para comprar este espaço da antiga serração e, muito em breve, vamos fechar o processo para a construção do tão ambicionado Pavilhão Multiusos. Para o ano, esperamos já ter o processo muito avançado ou mesmo o espaço construído», revelou o autarca.

Na Feira do Presunto, que terá cerca de 40 expositores, não serão apenas a gastronomia serrana e o artesanato a atrair visitantes a Monchique, uma vez que também há uma aposta vincada na animação, com os concertos de Némanus, no sábado, e Os Azeitonas, no domingo.

«De um modo geral, repetimos a fórmula dos anos anteriores. Haverá também uma empresa de passeios de burro a animar o espaço, que costuma fazer as delícias da miudagem», conclui Luís Grade.


www.sulinformacao.pt