Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casepaga

casepaga

30.09.15

AS BIZARRAS GAIOLAS PARA BEBÉS DOS ANOS 30


antonio garrochinho

Será que pelo menos eles cresciam sem medo de altura? No final do século 19, os médicos começaram a recomendar que os pais em apartamentos urbanos  expusessem regularmente seus filhos ao ar fresco. Acreditava-se que isso fortalecia o sistema imunológico da criança e melhoraria seu estado geral de saúde geral e vigor. Enquanto médicos, como o famoso pediatra Dr. Luther Emmett Holt, aconselhavam simplesmente a colocar o berço ou "chiqueirinho" com a criança perto de uma janela aberta, alguns pais levaram o costume um passo adiante.

01
As bizarras gaiolas para bebês dos anos 1930 01
A própria Eleanor Roosevelt, primeira-dama dos Estados Unidos de 1933 a 1945, que por sua própria admissão confessou que não sabia absolutamente nada sobre como cuidar ou alimentar um bebê, comprou uma gaiola com tela de arame para galinha após o nascimento de sua filha Anna. Ela pendurou a gaiola para fora da janela de seu apartamento em Nova York e colocou Anna dentro para que desfrutasse de suas sonecas; até que um vizinho preocupado ameaçou denunciá-la às autoridades.

A primeira patente comercial para uma gaiola de bebê foi arquivada em 1922 por Emma Read de Spokane, Washington. As gaiolas tornaram-se populares em Londres na década de 1930 entre os moradores de apartamentos sem acesso aos quintais, também.

Em última análise, a sua popularidade foi diminuindo aos poucos, muito possivelmente por causa de preocupações relacionadas com a segurança.
02
As bizarras gaiolas para bebês dos anos 1930 02
03
As bizarras gaiolas para bebês dos anos 1930 03
04
As bizarras gaiolas para bebês dos anos 1930 04
05
As bizarras gaiolas para bebês dos anos 1930 05
06
As bizarras gaiolas para bebês dos anos 1930 06
07
As bizarras gaiolas para bebês dos anos 1930 07
Fonte: Gothamist.


 http://www.mdig.com.br