Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casepaga

casepaga

01.08.15

Bem prega frei Mourinho


antonio garrochinho



Bem prega frei Mourinho

por Carlos Pernes, carlosapernes@sapo.pt
Em plena 'silly season', Mourinho saiu-se com mais uma pérola. As palavras foram tão assertivas que deixaram os visados em silêncio. Do alto da sua elevadíssima cátedra, José Mourinho não fez a coisa por menos: "Num país em crise, o FCP pagou uma fortuna por Imbula e deu um salário incrível a Casillas. E o Sporting está a pagar milhões a jogadores e treinadores". Como é óbvio, o senso comum revê-se na retórica daquele que já foi considerado o melhor treinador do mundo.
Só que a objetividade do ataque tem alvos bem definidos: Casillas e Jorge Jesus. Casillas, porque foi o conspirador mor contra o treinador português nos três anos que Mourinho esteve a treinar o Real Madrid. Jorge Jesus, porque rivaliza com o setubalense nas vitórias e quando é visado responde-lhe à letra. Aliás, no bate boca que travou com Jorge Jesus há meses, Mourinho utilizou a sua natural vantagem intelectual para chamar ignorante e ridicularizar o agora treinador do Sporting. Coisa feia, diga-se
Se é verdade que Portugal está mergulhado numa profunda crise económica, social e financeira, também é inegável que nos seis anos em que Jorge Jesus esteve ao serviço do Benfica, para além dos títulos que conquistou, também deu um contributo incontornável para os 300 milhões de vendas para a Europa rica dos jogadores que o Benfica aí colocou.
Mas o que Mourinho não disse é que a Inglaterra também navega nas dificuldades das políticas recessivas de austeridade que a Alemanha impôs aos parceiros da União Europeia. Os cortes drásticos nos apoios sociais no orçamento da Grã-Bretanha são um exemplo disso. O que José Mourinho também não disse é que ganha quatro vezes mais do que Jorge Jesus e, apesar dos milionários investimentos em contingentes de jogadores, continua a ser eliminado cedo da Liga dos Campeões e as exibições do Chelsea são, em muitos jogos, deprimentes. À demagogia de Mourinho assenta bem a máxima de frei Tomás: que bem prega José Mourinho, faz o que ele diz, não faças o que ele faz.