Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casepaga

casepaga

01.06.14

Empréstimos Estudantes universitários devem mais de 200 milhões aos bancos Ao todo, ao abrigo do sistema de garantia mútua, os jovens portugueses devem mais de 200 milhões de euros à banca, revela o Público.


antonio garrochinho

Empréstimos 


Estudantes universitários devem mais de 200 milhões aos bancos

Ao todo, ao abrigo do sistema de garantia mútua, os jovens portugueses devem mais de 200 milhões de euros à banca, revela o Público.
ECONOMIA
Estudantes universitários devem mais de 200 milhões aos bancos
Segundo o Público, os jovens portugueses devem mais de 200 milhões de euros à banca ao abrigo do sistema de garantia mútua implementado em 2007.
Este sistema de empréstimos como garantia mútua é subscrito pelo Estado, que funciona como fiador. O objetivo é fomentar o acesso ao ensino superior.
Por regra, explica o Público, a aprovação é quase imediata, com taxas de juro e um spread reduzidos, que inclui ainda bonificações em função das notas dos alunos. Uma média inferior a 14 valores terá um spread de 1% mas para os estudantes com uma média igual ou superior a 16 o spread pode ir descendo até um mínimo de 0,2%.
O montante do empréstimo poderá variar entre 1.000 e 5.000 euros por ano, com um máximo de 25 mil euros para os cursos com cinco anos de duração. Apesar da taxa relativamente baixa de incumprimento, inferior a 4%, e de a tendência para o incumprimento ter diminuído desde que este sistema de empréstimos foi implementado, o Público dá conta de vários casos em que os estudantes sentiram dificuldades em pagar o empréstimo.
O desemprego – num país onde o desemprego jovem tem a terceira taxa mais alta da OCDE, superior a 35% – tem sido apresentado como principal razão para incumprimento. Estes empréstimos – em caso de dificuldades – podem ser renegociados, alargando o prazo de pagamento ou o período de carência de juros, mas implicam pagar mais juros no total.