Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casepaga

casepaga

01.09.16

Incidentes com drones multiplicam-se no aeroporto de Lisboa


antonio garrochinho


 Drone passou a cerca de três metros de um avião militar esta quarta-feira 

O último incidente com drones envolveu um avião da Força Aérea Portuguesa Foto FAP São cada vez mais os registos de incidentes envolvendo drones no perímetro do aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa. 

O último ocorreu esta quarta-feira e envolveu um avião da Força Aérea Portuguesa. De acordo com o Expresso a aeronave militar estava prestes a aterrar na pista 35 da Portela quando um drone passou a cerca de três metros do aparelho. A colisão foi evitada por pouco. O aparelho militar tinha descolado da base aérea Nº4, na ilha Terceira, nos Açores. 

O relato refere que o avião estava quase a tocar o solo com o trem de aterragem quando se cruzou com o drone. Esta sexta-feira o alvo de um destes pequenos aparelhos voadores foi um avião da TAP. O incidente aconteceu durante a aterragem em Lisboa quando um raio laser disparado a partir de um drone penetrou no cockpit atingido o co-piloto nos olhos. 

O tripulante reportou dores no olho esquerdo durante várias horas. O aparelho da transportadora nacional era proveniente de Roma, em Itália, e transportava 150 passageiros. 

Os casos são vários e cada vez mais frequentes. Em abril deste ano, registou-se outra ocorrência no aeroporto de Lisboa envolvendo um avião de passageiros procedente de Madrid. Foi em 2014 que os primeiros casos envolvendo veículos aéreos não tripulados junto às pistas do aeroporto de Lisboa foram relatados. 

Estas ocorrências mereceram a atenção do Instituto Nacional da Aviação Civil, mas continua a faltar legislação específica que regule a utilização dos drones.

http://www.cmjornal.pt/