Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

casepaga

casepaga

30.11.15

Quando há muitas baratas numa casa a dificuldade não está nas baratas. O problema é saber donde vêm as baratas para poder acabar com elas


antonio garrochinho

Quando há muitas baratas numa casa a dificuldade não está nas baratas. O problema é saber donde vêm as baratas para poder acabar com elas.

A problemática do Estado Islâmico não está na facilidade que eles têm em vender o petróleo a preço de saldo para poderem adquirir armas.

O grande problema está em quem fabrica as armas e a quem são vendidas.

Enquanto os produtores de petróleo fazem as jogadas de preços e se abastecem, o estado islâmico vende o petróleo e bem poderia meter o produto da venda no "tú-tú" se não estivessem a postos os vendedores de armas e os produtores das mesmas. 

E enquanto nós vamos todos berrando contra os islamitas os detentores do cancro assobiam para o lado e ganham rios de dinheiro à custa de mortes e destruição.

E quem fabrica as armas? 

E quem vende as armas? Ora adivinhem lá!

Entretanto,paralelamente temos uma comunicação social que se fecha em copas e colabora não denunciando os verdadeiros culpados da situação que vão sorrindo satisfeitos com o negócio. 

Fazem bonecos para nos distrair.
Digo eu,pensando pela minha cabeça.


Joe Wolf